Em parceria, Comgás e Neogás viabilizam entrega de gás natural para a Loga em São Paulo

Releases

A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás), em parceria com a NeoGás, viabilizou mais um projeto do chamado “Gasoduto Virtual” – solução que viabiliza a chegada de gás natural a localidades por onde ainda não passa uma rede de gasodutos.

Desta vez a beneficiada é a Loga – Logística Ambiental de São Paulo S.A., empresa que oferece um serviço especializado de coleta, transporte, tratamento e disposição final dos resíduos domiciliares e de saúde, entre outros. O gás natural será a fonte de energia usada nas caldeiras para o processo de tratamento dos resíduos hospitalares do munícipio de São Paulo.

O chamado “Gasoduto Virtual” permite o abastecimento feito por caminhões específicos, que transportam o gás natural comprimido (GNC) a partir de uma uma base em (localidade da Neogás). Em uma estação construída pela Comgás, na entrada da Loga, o GNC é descomprimido, tem sua pressão reduzida e, na sequência, é distribuído ao cliente.

“Será muito importante agregar mais essa facilidade aos nossos processos. A maior central de tratamento de resíduos de saúde em autoclaves da América Latina ganha mais estabilidade e segurança para processar as duas mil toneladas de resíduos de saúde por mês”, salienta Marcelo Gomes, diretor-presidente da Loga.

De acordo com o gerente executivo de Infraestrutura de Gás da Comgás, Edson Moro, a Companhia busca continuamente formas de levar gás natural a mais clientes, expandindo para municípios, bairros e distritos industriais mesmo em localidades onde ainda não tem rede.

“Esse projeto em parceria com a Neogás, para a Loga, permite levar os benefícios do gás natural – uma alternativa energética mais limpa que o diesel, por exemplo – a um cliente que precisava dessa solução, sob medida para atender a demandas com essas características”, reforça Moro.

De acordo com o diretor presidente da Neogás, Alberto Guimarães, a parceria com a Comgás é muito importante. “Estamos confiantes que a experiência e confiabilidade da NEOgás adquirida ao longo de mais de 15 anos atuando no mercado de GNC, vão permitir que a Comgás e outras distribuidoras com as quais já temos sólida parceria possam promover a chegada do gás natural através desses projetos estruturantes”, comenta Guimarães.

“A sinergia das operações do GNC e as redes de distribuição locais, permite substituir os gasodutos físicos a fim de antecipar a chegada do gás natural atendendo o maior número possível de munícipios das áreas de concessão. Com isso, as distribuidoras podem melhorar sua infraestrutura nos Estados onde exercem suas atividades, levando o desenvolvimento para diversos segmentos que também poderão se beneficiar do uso de um combustível mais limpo e econômico, mesmo que estejam longe dos gasodutos principais”, afirma o diretor presidente da Neogás.

Gasoduto Virtual

O chamado “Gasoduto Virtual” também já foi levado pela Comgás para o município de Analândia, atendendo a uma demanda da Mineração Jundu, controlada pelo grupo francês Saint-Gobain. O gás natural comprimido é levado em carretas até uma estação de descompressão nas proximidades da empresa e, a partir dessa estação, chega até a planta industrial a partir de uma rede de aproximadamente 500 metros.

Outra indústria que conta com a solução é a Dow Química, no Guarujá.

Já o município de Campos do Jordão é o primeiro que recebeu um “Gasoduto Virtual” com foco no atendimento não só industrial, mas também do comércio e de condominios residenciais. A Comgás tem uma central de abastecimento na entrada da cidade e já instalou mais de 30 km de rede no local.

Sobre a Comgás

A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) trabalha para ser a melhor alternativa energética para as pessoas, as empresas e a sociedade, oferecendo serviços e soluções que antecipam o futuro.

Com fornecimento ininterrupto e assistência especializada 24h, a Comgás atende mais de 1,7 milhão de clientes em sua área de concessão no estado de São Paulo: a Região Metropolitana de São Paulo, a Região Administrativa de Campinas, a Baixada Santista e o Vale do Paraíba.

A Companhia possui mais de 15 mil quilômetros de rede de distribuição em 87 municípios, abastecendo com gás natural os segmentos industrial, comercial, residencial e automotivo, além de viabilizar projetos de cogeração e fornecer gás para usinas de termogeração.

Sobre a Loga

Fundada em 20 de setembro de 2004, a Loga (Logística Ambiental de São Paulo S.A.) oferece serviços especializados de coleta, transporte, tratamento e disposição final dos resíduos domiciliares e dos serviços de saúde gerados no Agrupamento Noroeste do Município de São Paulo, que compreende o Centro e as zonas Norte e Oeste da cidade de São Paulo, cobrindo uma área de mais de 800 bairros em 13 subprefeituras:

Sua frota conta com cerca de 300 equipamentos, dentre os quais caminhões especiais para a coleta domiciliar, seletiva e dos resíduos dos serviços de saúde, equipamentos para coleta mecanizada de superfície e subterrânea, veículos e equipamentos de socorro, automóveis e caminhões de apoio, fiscalização e controle de qualidade, além de equipamentos pesados utilizados nos aterros, na Estação de Transbordo, Central Mecanizada de Triagem e no tratamento de resíduos.

A Loga opera durante 24 horas, 7 dias por semana e 365 dias por ano, coletando, diariamente, cerca de 6 mil toneladas de resíduos provenientes de 1,7 milhão de domicílios, hospitais, clínicas e similares, atendendo 7 milhões de munícipes (incluída a população flutuante na região).